Em resposta a informação descabida sobre a vacina da advocacia maranhense, diversos advogados passaram a usar a hashtag #NãoKaioNessaMentira.

Muito diferente do que o tesoureiro da OAB/MA, Kaio Saraiva, provável candidato a presidente com apoio de Thiago Diaz tentou passar em vídeo publicado em seu instagram, a OAB/MA não está autorizada a iniciar negociação com nenhum laboratório para compra de vacinas contra a Covid-19.

O que foi aprovado no Pleno do Conselho Federal da OAB, por maioria de votos das bancadas, foi a autorização para que a Diretoria da OAB Nacional realize estudos acerca de esforços logísticos necessários para aquisição de doses de vacinas contra a Covid-19.

No documento, fica claro que a aquisição só poderá ser feita após a vacinação de todos os grupos prioritários, compostos por pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas; pessoas com deficiência institucionalizadas; povos indígenas vivendo em terras indígenas; trabalhadores da saúde; pessoas de 80 anos ou mais; pessoas de 75 a 79 anos; povos e comunidades tradicionais ribeirinhas; povos e comunidades tradicionais quilombolas; pessoas de 70 a 74 anos; pessoas de 65 a 69 anos; pessoas de 60 a 64 anos; comorbidades; pessoas com deficiência permanente grave; pessoas em situação de rua; pessoas privadas de liberdade; funcionários do sistema de privação de liberdade; trabalhadores da educação do ensino básico e superior; forças de segurança e salvamento; forças armadas; trabalhadores de transporte público rodoviário, metroviário, ferroviário, aéreo e aquaviário; caminhoneiros; portuários e trabalhadores industriais, totalizando 77 milhões e 200 mil brasileiros
Até agora, apenas 7,7 milhões já receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19, faltando assim, cerca de 70 milhões de prioritários para receberem as duas doses.

No vídeo, Kaio Saraiva parece brincar com a vacinação da advocacia ao afirmar que já está na OAB/MA em busca de laboratórios.

“Ontem mesmo falei com o presidente Thiago Diaz sobre essa excelente notícia, e hoje já estou aqui na OAB Maranhão em busca de laboratórios e distribuidoras para que possamos iniciar negociações e assim que possível viabilizar a imunização da advocacia maranhense”, disse o quase pré-candidato.

Em resposta a informação descabida sobre a vacina da advocacia maranhense, diversos advogados passaram a usar a hashtag #NãoKaioNessaMentira.

Confira aqui a proposta da Conselheira Federal da OAB/DF e a notícia no site nacional da OAB. O resto, já sabe…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui