A Polícia Civil do Maranhão por meio da Superintendência de Polícia da Capital (SPCC), prendeu em flagrante o estudante do curso de direito por cometer o crime de falsidade ideológica. Ele foi preso durante a noite de quarta-feira (19), no Plantão Central da Polícia Civil do Maiobão, em Paço do Lumiar.

De acordo com os policiais, o acadêmico teria comparecido na delegacia do bairro do Maiobão e se apresentado como advogado para defender uma pessoa que estava sendo interrogada durante o plantão. Durante o interrogatório, sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi pedida, e o mesmo teria repassado o número da OAB do seu avô, que é advogado. Ao ser confirmado que o número da OAB era do avô, fora observado o crime de falsidade ideológica.

O delegado deu voz de prisão ao estudante e o atuou pelo crime de falsidade ideológica. O mesmo foi notificado do auto de prisão em flagrante e conduzido para o sistema prisional.

Em conversa com um dos agentes de Polícia Civil, o estudante alegou a crise financeira como motivo para utilizar de tal atitude ilegal. É cada uma no Maiobão!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui