O advogado Leandro Amorim Gomes foi exonerado do cargo de secretário-geral da Comissão de Fiscalização da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção do Maranhão) por não apoiar o candidato do presidente da entidade, Thiago Diaz, na eleição da OAB, que ocorre em novembro próximo.

Além de não marchar com Kaio Saraiva, candidato apoiado por Diaz, Leandro Gomes divulgou vídeo manifestando seu voto em Diego Sá. “Assim que gravei o vídeo declarando e manifestando meu apoio ao pré-candidato Diego Sá, quando ressalto diversos erros e injustiças dentro da casa, tinha certeza que iria incomodar e desagradar à Presidência, simplesmente por propagar a verdade”, disse.
Leandro estava na comissão de fiscalização da OAB-MA desde 2019.

Veja abaixo a publicação feita pelo advogado nas redes sociais.

“Na tarde de hoje, aconteceu o que já esperava. Recebi por email a minha portaria de exoneração da Comissão de Fiscalização da OAB/MA. Assim que gravei o vídeo declarando e manifestando meu apoio ao pré-candidato Diego Sá, quando ressalto diversos erros e injustiças dentro da casa, tinha certeza que iria incomodar e desagradar à Presidência, simplesmente por propagar a verdade. Ressalto que estou com minha consciência tranquila e em paz, afinal sempre trabalhei PELA CLASSE e não POR POLÍTICA! Lamento ter sido tolhido em trabalhar pela advocacia Maranhense, de forma ética, comprometida, igualitária e justa! Sigo de cabeça erguida, à espera das outras portarias de exoneração. Sempre carregarei comigo os princípios e valores que são peculiares meus e nunca deixarei de lado: honestidade e ética. A OAB é de TODOS e não de POUCOS!”

Do site John Cutrim

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui