O pré-candidato a presidente da OAB/MA, Diego Sá, mostrou mais uma vez, que age diferente dos seus principais adversários.
Ao tomar conhecimento de que os dados pessoais e sigilosos de todos os advogados maranhenses foram parar nas mãos de empresa e possivelmente de criminosos, Diego não pensou duas vezes e foi até a Polícia Federal, onde protocolou queixa-crime para que o fato seja investigado.
Desde quarta-feira (13), milhares de advogados passaram a receber fakenews de telefones registrados fora do Maranhão, mesmo modus operandi de quadrilhas que clonam celular e aplicam golpes financeiros.
Atual presidente da OAB/MA e coordenador da campanha de Kaio Saraiva, Thiago Diaz deve ser o principal investigado, já que as fakenews tinha como principal objetivo, beneficiar a campanha de Kaio Saraiva.
Uma vergonha..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui