A prisão ocorrida na manhã desta quarta-feira (22) do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e pastores suspeitos de operar uma balcão de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) deixou novamente membros da administração de Júnior Garimpeiro de cabelos em pé.

O fato liga a prisão do ex-ministro de Bolsonaro ao prefeito de Centro Novo vai além da visita do ex-ministro à cidade mais pobre, porém mais rica em ouro do Maranhão. Acontece que há fortes indícios de envolvimento do prefeito ostentação Júnior Garimpeiro, com os pastores que operavam cobrando propina a peso de ouro. Segundo informações sigilosas, o prefeito supostamente teria presenteado os pastores do MEC, e o ex-ministro com jóias em ouro puro. O município de Centro Novo também teria adquirido vários exemplares das famosas bíblias que levavam a imagem de Milton Ribeiro, que fora preso nesta manhã.
Vamos aguardar…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui